Família Petrelli

sexta-feira, 1 de setembro de 2017

Informativo Família Petrelli - Setembro 2017

Kampala, Uganda - Agosto, 2017


“ Pois onde estiver o seu tesouro, ali também estará o seu coração” – Mateus 6:21


O povo Karamoja, vive na região Norte de Uganda, eles são considerados não alcançados pelo evangelho, pois menos de 2% de sua população é considerada cristã.


 Um povo sofrido...  Sua história contém diversos conflitos, batalhas, violência e mortes. Se consideram guerreiros, valorizam e perpetuam suas crenças. Um bom guerreiro Karamoja tem as marcas de suas vitórias em sua face. Fazem cicatrizes no rosto para que todos reconheçam, mesmo sem palavras. Também mostram em suas faces o número de animais ou riquezas que possuem. Se orgulham em exibir os rostos marcados.


Quanto mais mulheres um homem Karamoja tem, mais respeitado, mais rico e mais famoso ele é considerado na comunidade. São vaidosos; vestem-se bem coloridos, e com peles de animais. Usam brincos, colares e pulseiras. Cada cor com o seu significado.

Dançam muito, tocam tambores e chifres de antílopes. Dançam para conquistar um casamento, para o prelúdio de um combate, para ensinar lições aos infantes, para fazer feitiços e magias...

Vivem em ocas de palha. Cercam suas vilas, onde a noite guardam também os seus animais. Se protegem com portões de plantas espinhosas.


São pessoas com sentimentos e necessidades, bem como eu e você. Karamojas são amados por Deus!

Conhecendo o Norte de Uganda

Aproveitamos as férias de escola dos meninos, para como família visitarmos lugares onde temos projetos e equipes de trabalho. Lugares onde somente o Rodrigo tinha ido como parte do nosso ministério, mas eu e as crianças ainda não tivera o privilégio de conhecer. Foi uma experiência marcante e muito bonita. Estivemos em uma área Karamoja, com muitas diferenças culturais e uma natureza muito linda!


Visitar uma área não alcançada sempre nos traz um grande impacto. Nos choca, nos desajusta, nos faz sentir mais responsáveis, mais limitados, nos traz mais temor quanto ao compartilhar do evangelho. Nos faz refletir; de que mesmo em meio a tantas diferenças, somos ainda todos iguais e necessitamos do amor e da graça de Deus.


Na vila, perguntei a um rapaz Karamoja: “Aonde está o coração de um homem Karamoja?”, Ele me respondeu: “Nas vitórias de seus combates, nas riquezas e  quantidades de mulheres que possui! Eu, vivo para ser como o meu pai: matar animais ferozes, ter pelo menos dez mulheres e centenas de bois. Assim, a comunidade reconhecerá o meu valor”.

Queridos, como somos parecidos... Sem a presença de Deus, os nossos valores são trocados e a nossa identidade fica firmada nos tesouros desta terra. Onde está o meu e o seu tesouro? Que juntos continuemos a lutar para conquistar e acumular tesouros nos céus. Que o nosso maior investimento seja em vidas, e por vidas. Para que todos os povos e nações tenham a oportunidade de experimentar do grande amor de nosso Deus, até os confins da Terra! 


Motivos de louvor:

·  Viagem abençoada que fizemos ao Norte de Uganda;
·  Primeira fase do projeto Fuel (projeto de treinamento de novos missionários; estrangeiros e locais) foi concluída com vitórias;
·  O povo Laarim no Sul do Sudão vem aos poucos se abrindo para o Evangelho;
·  João Pedro e Asafe retornaram as aulas e estão bem adaptados.

Orem conosco:

· Pela equipe de missionários que foi evacuada da Republica Central Africana por motivos de segurança e agora estão sendo relocados;
·  Estaremos iniciando um novo TIMO time no Chade no início de 2018, estaremos recebendo uma equipe para trabalhar em mais uma aérea difícil, ainda sem acesso ao evangelho, maioria mulçum@na;
·  Por mais missionários locais e para que as igrejas Africanas entendam e assumam cada vez mas o seu papel de também enviar e apoiar seus missionários;
·  Por mais obreiros dispostos a servir em lugares com pouca estrutura e de difícil acesso, são nestes lugares onde se encontra a maior parte dos povos não alcançados e mais carentes.


Louvamos a Deus sem cessar por você que tem apoiado o nosso ministério!

Seguindo juntos, para Ele e por Ele,

Pr. Rodrigo, Valeska, João Pedro e Asafe Petrelli